fbpx

Sexta feira e as únicas olheiras que a gente quer são as da maquiagens de Halloween, né?  A queixa de escurecimento da região ao redor dos olhos é bastante comum e incomoda muitos de vocês.

O cansaço e a falta de sono não são os únicos vilões da história. É um problema multifatorial e, por isso, seu tratamento é sempre um desafio e envolve combinação de técnicas.

  • Genética: muitas vezes, ocorre uma pigmentação acastanhada na região dos olhos, por uma tendência hereditária.  Esse escurecimento da pele pode ser suavizado com lasers, cremes e peelings clareadores.
  • Estrutura óssea: em alguns casos, as olheiras podem não estar relacionadas exatamente à pele, mas sim a uma profundidade estrutural na região abaixo dos olhos, pelo próprio formato genético do osso da região ou por alterações ósseas próprias do envelhecimento. Nessa situação, o preenchimento eleva essa região, melhorando a sombra que a área mais funda causa.
  • Vasculatura: algumas pessoas têm muitos vasos na região abaixo dos olhos, que ficam ainda mais aparentes na pele fina e delicada do local, principalmente se existem fatores como alergias respiratórias e privação de sono. Eles fazem a região parecer mais arroxeada e escura, e podem ser suavizados com cremes para melhor circulação da região, drenagens e lasers.
  • Sol: a pele da pálpebra é a mais fina no corpo. Portanto, quanto mais dano solar, maior o envelhecimento e a flacidez da região, causando rugas e piorando as olheiras!⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Na maioria das vezes, essas causas atuam em conjunto na formação das olheiras. Em qualquer caso, procure um profissional de confiança para te ajudar!

Leave a Reply

Pin It on Pinterest