fbpx

O microagulhamento médico é um procedimento dermatológico que visa induzir a produção cutêanea de colágeno, servindo para melhora da textura e viço da pele, atenuação de cicatrizes (estrias, marcas de acne, cicatrizes cirúrgicas), manchas (como o melasma), melhora de rugas e flacidez, auxílio no tratamento calvície, dentre outras indicações. O tratamento consiste em produzir minúsculos furos na pele (na derme), ocasionando melhora da textura, firmeza e aumento da luminosidade da pele, pois toda sua estrutura é reorganizada com o estímulo promovido pelas agulhas.

A aplicação é feita com uma espécie de rolo ou caneta de plástico, descartáveis, contendo várias fileiras com centenas de microagulhas bem finas, que podem ter diferentes comprimentos de acordo com o objetivo do tratamento. Ao utilizar esse rolo na pele, fazendo furos em várias direções, são criadas microlesões que irão desencadear um processo de cicatrização e regeneração celular, com proliferação de células-tronco, estímulo de fibroblastos (que produzem elastina e colágeno) e de novos vasos sanguíneos.

Com a criação desses furos na pele, pode-se ainda aproveitar para aplicar topicamente subtâncias terapêuticas (como vitamina C, vitamina E, ácido hialurônico, ácido retinóico…) que penetrarão diretamente na derme, processo chamado de drug delivery. 

O procedimento é realizado em consultório sob anestesia local e/ou injetável e é bem tolável. Durante a aplicação, são criados orifícios minúsculos na pele que se fecham em minutos, sem deixar marcas. Ocorre um pequeno sangramento, que logo cessa, e uma leve vermelhidão, que cede nos primeiros dias. Logo, a recuperação é rápida e o paciente não precisa se afastar de suas atividades cotidianas por muito tempo.

Uma grande vantagem em relação aos tratamentos com laser é a sua maior segurança em pessoas de pele mais morena. Esses pacientes com fototipo alto podem apresentar manchas após a aplicação do laser, devido à energia térmica, ausente na técnica do microagulhamento. Mesmo assim, alguns pacientes precisam de preparo anterior da pele com medicações específicas, para evitar complicações.

Os resultados são percebidos em cerca de dois a três meses, pois o estímulo à síntese e o amadurecimento do colágeno formado é um processo lento. São feitas de 2 a 6  sessões, a cada 4 a 8 semanas. O microagulhamento quando bem indicado e realizado por profissional capacitado e experiente traz resultados surpreendentes  e naturais. 

Leave a Reply

Pin It on Pinterest