fbpx
Conhecido de muitos de vocês, o melasma é como chamamos aquelas manchas acastanhadas características, principalmente no rosto – na região das bochechas, testa e buço, podendo também surgir no corpo, em áreas como braços, pescoço e colo. 
 
As causas são várias: genética, fatores hormonais (como gravidez, uso de anticoncepcionais), procedimentos que irritem a pele e a exposição solar.  É mais comum em mulheres jovens! 
 
O melasma não tem cura, mas existem diversos tratamentos para um bom controle do quadro. 
 
Usar muito protetor solar da forma adequada (com um fator alto, quantidade certa e lembrando de reaplicá-lo) e evitar ao máximo a exposição solar (em qualquer parte do corpo) é o mais importante no tratamento, pois as manchas pioram com a luz solar e também com qualquer luz visível (ou seja, qualquer claridade, luzes de lâmpadas, eletrônicos) e com a radiação infravermelha (do calor). Para uma proteção adequada, o uso de alguma cobertura de maquiagem por cima do protetor ou os protetores com cor de base são fundamentais, pois protegem também contra luz essa visível, que piora o melasma.
 
Podem ainda ser utilizados clareadores, ácidos e despigmentantes, associados a procedimentos como peelings, microagulhamento e até alguns tipos de laser. 
 
Muitas vezes utilizamos também comprimidos para reforçar essa proteção solar, que possuem por exemplo ação antioxidante, bloqueio da luz azul etc, e que ajudam ainda mais no controle e no clareamento das manchas!
 
Nunca tente tratar seu melasma sem orientação médica, com ácidos ou clareadores, ou fazer procedimentos sem antes consultar um especialista, pois muitas vezes isso piora bastante o quadro! 
 
 
#dratainahalmeida #melasmas #melasmatemsolução #clinicainovaderm #protetorsolarfacial

Leave a Reply

Pin It on Pinterest