fbpx

Vocês já ouviram falar em protetor solar oral?

Hoje vou começar falando sobre um dos mais utilizados com essa finalidade: o Polypodium leucotomos!

O extrato dessa planta, um tipo de samambaia originária da América Central, é rico em antioxidantes. Esse fitoterápico reduz o impacto dos raios ultravioletas na pele, reduzindo a vermelhidão, a fototoxicidade e a sensibilidade ao sol, além de combater o fotoenvelhecimento. Isso justifica seu uso como um reforço à proteção solar, de forma oral!  Possui ainda ação anti-inflamatória, imunomoduladora, cicatrizante e protetora do DNA das células (prevenindo os danos que causam o câncer de pele). Também inibe a expressão de colagenases (enzimas que quebram o nosso colágeno), e regulam a produção da elastina e do próprio colágeno. É indicado no tratamento de doenças com fotossensibilidade como lúpus, pacientes com múltiplos tumores de pele, pacientes que se expõem muito ao sol e pacientes com manchas, como o melasma.  Excelente para períodos como o verão.

Legal, né?

Vale sempre lembrar que essa e outras substâncias que são utilizadas como adjuvantes na proteção solar, na forma de comprimidos, não substituem a aplicação do protetor solar na pele, OK?

Leave a Reply

Pin It on Pinterest